• crocha761

Conhece-te a ti mesmo

Atualizado: 7 de fev.

“A boa comunicação entre as pessoas é a arma mais eficaz para disseminar a paz”, diz o psicólogo Marshall Rosenberg, porta-voz mundial da comunicação não-violenta (CNV), que desde a década de 60, divulga o valor de mantermos a serenidade em qualquer conversa.


Na maior parte das vezes, o que falta entre os interlocutores é ESCUTA. Quando cada um está mais preocupado em defender seu próprio ponto de vista, ignora-se o que o outro está dizendo.


Aprendi com uma pessoa querida que sempre me dizia: “Você quer ser feliz ou quer ter razão?” Pois é. A maioria quer ter razão. SEMPRE.


Quando aponto apenas problemas nos outros, esqueço que o que me incomoda é parte de mim mesmo. Se ouço e vejo sem criticar, isso não só demonstra um grande conhecimento de minha própria personalidade como também a capacidade de me colocar no lugar de alguém e perceber que, todos nós, de uma maneira ou de outra, podemos proceder de diferentes maneiras, em diversas situações.


A verdadeira ESCUTA é sincera e respeitosa.


Ouço interessadamente o que o outro tem a me dizer. Presto atenção nos sentimentos causados por essa escuta: raiva, pena, amor, etc. Tento identificar por que me sinto assim. RESPIRO. RESPIRO DE NOVO. Só então, começo a falar, sem entrecortar a fala alheia, sem querer impor a minha opinião ou a de alguém. Isso seria o melhor dos mundos. Mas nem sempre é assim…


Quando tenho consciência de quem sou e do que sou capaz, tenho a certeza de não precisar me impor em nenhuma discussão. Porque simplesmente somos mutantes e podemos amanhã mesmo, estar praticando ou dizendo a mesma coisa de que discordamos hoje.


E você, quando foi a última vez que se deu a chance de conversar e escutar consigo mesmo?

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo